quinta-feira, 25 de junho de 2009

trabalho escravo

Debater e analisar questões para acabar com o trabalho escravo no Brasil. Esse é o objetivo principal da Oficina sobre o Segundo Plano Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo. O evento está com incrições abertas e será no dia 17 de julho na sede administrativa do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 5ª região, em Nazaré. Além do jornalista e coordenador do site Repórter Brasil, Leonardo Sakamoto, estarão presentes os juízes do trabalho, Maria das Graças Freitas (3ª região), Marcus Mendes (15ª região), Jônatas Andrade (8ª região), e o desembargador do TRT8, José Maria de Alencar.
A oficina, que tem o apoio da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República, será aberta com a exibição do filme Aprisionados por Promessas e com a apresentação de um diagnóstico do trabalho escravo contemporâneo. Em seguida, haverá exposições sobre o suporte normativo e conceitual do combate ao trabalho escravo e também sobre a efetividade do processo judicial na repressão e prevenção dessa atividade, bem como as possibilidades de promoção do meio ambiente do trabalho.
Em meio a essa programação haverá também a apresentação de caso real de trabalho análogo à escravidão. Outras informações sobre o evento podem ser obtidas pelos telefones (71) 3319-7158 e (71) 3319-7159 ou através do email
escolajudicial@trt5.jus.br.
P.S.: texto adaptado da Ascom do TRT5.

Um comentário:

JÚLIO PORTO disse...

muito bem bandidão! valeu pelo comentário... antes tarde do que nunca né?

gostei do seu blog... mesmo priorizando esporte, tá muito legal tb! abrange várias outras temáticas!

no meu pretendo colocar mais novidades a partir de julho!

um abraço!